Devs do sistema de anti-cheat BattlEye confirmam suporte para o Proton



Antes mesmo do lançamento do Steam Deck, boas notícias já estão surgindo no mundo Linux. Foi na última quinta-feira (23) que a Epic Games anunciou que o sistema de anti-trapaça Easy Anti-Cheat agora possui suporte oficial para Wine e Steam Play/Proton. Hoje (24) foi a vez dos desenvolvedores do BattlEye confirmarem o suporte para o Proton.

A novidade foi anunciada através de um tweet publicado pelo perfil oficial do BattlEye no Twitter. Em sua publicação, os desenvolvedores lembraram que o sistema de anti-cheat já forneceu suporte nativo ao Linux. Contudo, agora o suporte do software dentro do Proton também será apoiado de forma oficial.


"BattlEye forneceu suporte nativo para Linux e Mac por um longo tempo e podemos anunciar que também ofereceremos suporte para o próximo Steam Deck (Proton). Isso será feito de forma opcional, com os desenvolvedores de jogos escolhendo se desejam permitir ou não."

Entre os jogos que atualmente usam o BattlEye, estão: Tom Clancy's Rainbow Six Siege, PlayerUnknown's Battlegrounds (PUBG), Destiny 2, DayZ, The Crew 2 e Tom Clancy's Ghost Recon Breakpoint.

Portanto, mais uma vez, os desenvolvedores terão um pouco de trabalho para fazer, já que não será automático, assim como acontece com o Easy Anti-Cheat, que precisa ter o suporte para Wine/Proton ativado manualmente, com a Epic Games prometendo ser necessário fazer apenas alguns cliques.

Então, só nos resta ver quais os desenvolvedores realmente habilitarão o suporte para o Proton no BattlEye. Considerando que o Steam Deck já parece ter se saído muito bem nas reservas, muitos jogadores ficarão desapontados se alguns jogos forem bloqueados quando o dispositivo da Valve for enviado com o sistema operacional SteamOS 3, que é baseada no Arch Linux.


FONTE: GamingOnLinux
Tecnologia do Blogger.